Com Naomi Campbell, Giorgio Armani desfila peças marcantes em Milão

Giorgio Armani nao decepcionou os seus convidados. A coleção do estilista foi apresentada na manhã desta segunda-feira (27), no penúltimo dia da semana da moda de Milão, com muitas novidades, raridade nesta edição do evento de moda italiano. Preto sim, mas a mulher precisa brilhar, atrair a atenção para ela e, para isso, as cores rosa e laranja foram adotadas pelo estilista. Também não faltou o brilho proporcionado pelos paetês, uma tendência fortíssima para o próximo outono-inverno.
A mulher Giorgio Armani também gosta de jogar com o guarda-roupa masculino, mas não perde de jeito nenhum a feminilidade. O desfile começou com ternos cinzas, em tonalidade clara, e o toque de cor ficou por conta dos lenços colocados cuidadosamente nos bolsos dos paletós, o tradicional modelo da marca Armani. O estilista ainda sugere um colorido nas bolsas clutch.
O estilista italiano criou uma coleção chamada de “easy chic” e fica fácil de entender o porquê. As peças são fáceis de usar, são confortáveis e leves. Na passarela, o que se viu foi uma mistura de clássico e excêntrico, mas com a identidade Giorgio Armani: elegante e pronta para usar. As calças têm corte reto, mas não são coladas ao corpo, e chegam até o tornozelo. Alguns modelos ganham um ligeiro volume nas laterais, graças a pequenas pregas, o que faz com que o olhar seja atraído para os quadris, parte do corpo mais valorizada pelo estilista.
Os casaquinhos curtos seguem a silhueta feminina e param na altura do quadril, onde ganham um ligeiro volume através da mesma técnica usada em algumas saias. Os tecidos são de finos, mas criam um discreto volume causando um efeito balão. A saia sobreposta é reta e colorida na parte de baixo e volumosa e preta por cima; um jogo que rende um efeito original.
As calças Príncipe de Galles também fazem parte da coleçao Giorgio Armani. O modelo cinza combina com sapatos sem salto pretos e com a ponta colorida. Para completar, camisas muito femininas em organza colorida. A proposta é usá-las com uma bermuda preta de pregas laterais, que chegam até o joelho.
Giorgio Armani também levou para passarela as peles ecológicas pretas ou coloridas que parecem ponches jogados no ombro.
Um modelo preto de veludo e com efeitos iluminadíssimos foi a peça triunfal. Não foi possível entender se o look era um macacão ou um conjunto de calça e paletó. De qualquer forma, todos ficaram hipnotizados pela beleza do brilho.
O chapéu será indispensável para a mulher que quer vestir Giorgio Armani no próximo outono-inverno. O acessório faz parte de todas as composições para o dia. Uma outra novidade foi a ausência do salto, provando que a mulher pode ser elegante usando sapatos de salto baixo, até mesmo com um vestido modelo envelope, decorado com paetês.
Fotos: Getty Images
POR DANIELLE SOUSA

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s